segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Depoimento de uma paciente...

Todo profissional fica contente ao enxergar o resultado de seu trabalho...no caso dos fisioterapeutas, a satisfação é ainda maior quando há o reconhecimento destes resultados pelos nosos pacientes.

Sendo assim, transcrevo aqui o depimento da Juliana, 27 anos, publicitária. Ela resolveu encarar a excelente tríade "massagem - exercício - alimentação adequada" e vejam só o resultado:

"Adorei os resultados da massagem da Denise. Foram 2 meses com sessões semanais, combinados com dieta e academia. Nesses 2 meses, perdi muitas medidas e diminui 2 números de calças, um resultado incrível. E a celutite quase desapareceu por completo, fiquei muito satisfeita. Valeu a pena passar um "pouquinho" de dor, rsrs. A Denise sabe o quanto eu sou sensível à dor, então se eu consegui aguentar, qualquer uma também pode. Bom, é isso aí, super recomendo a massagem modeladora da Denise. Bjos, Juliana"


Veja mais sobre:

Massagens estéticas
Mitos e verdades sobre a massagem modeladora
Locais de atendimento



















terça-feira, 22 de novembro de 2011

Fisioterapia Funcional

O corpo humano é capaz de se mover com velocidade, força, agilidade e resistência, numa surpreendente variedade de amplitudes de movimentos. Infelizmente, a maioria de nós já não se move da maneira que nosso corpo foi projetado para se mover. Com os novos hábitos sedentários, nós não somos treinados para isto! 

Para suprir estes déficits, conheça a FISIOTERAPIA FUNCIONAL

- estabiliza a coluna, por meio da ativação da musculatura profunda de coluna e abdômen; 

- facilita o equilíbrio e o alinhamento postural, de forma funcional; 

- otimiza o desempenho dos membros inferiores e superiores nas suas diferentes funções; 

- exercícios de força, resistência, potência, flexibilidade e estabilização;

- melhora do condicionamento físico;

- correção dos movimentos e, no caso de atletas, correção do gesto esportivo; 

- é dinâmico e divertido! 


A Fisioterapia Funcional é indicada tanto para pessoas que já tem um bom condicionamento, como para aquelas que estão iniciando uma atividade física agora, além de poder ser utilizado como preparação para outros esportes e até mesmo para a reabilitação física. Além disso, o tratamento de cada paciente é muito diferenciado, de acordo com a necessidade de cada um. 



Venha conhecer o seu corpo como você nunca viu!

Marque já uma aula e experimente!

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Drenagem facial

Muita gente conhece a Drenagem Linfática Corporal, ideal para diminuir a retenção de líquidos, melhorar a circulação, reduzir medidas e também o risco de flacidez e celulite. Mas poucos conhecem a Drenagem Facial. 

A Drenagem Facial é ideal para melhorar o aspecto da pele, mantendo a tonicidade e a nutrição celular, e prevenindo o envelhecimento da pele.

Entre seus benefícios estão a renovação das células do rosto, manutenção da tonicidade e nutrição celular, rejuvenescimento da face, estimulação da circulação sanguínea, efeito de “lifting” facial e  relaxamento (sessões contínuas de drenagem facial podem diminuir as rugas de expressão, e são muito mais saudáveis do que uma aplicação de Botox!!).

Entretanto, ainda mais interessante é o efeito da Drenagem Facial em dores de cabeça e sinusites. Isto ocorre pois a drenagem promove o descongestionamento dos seios da face, onde ocorre o acúmulo de secreção.


Sendo assim, temos mais um exemplo de que a fisioterapia dermatofuncional não é apenas uma questão de estética, mas sim de saúde!

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Esporte na infância

Cada vez mais cedo, as crianças estão sendo bombardeadas de atividades extra-escolares para fazer: inglês, informática, dança, teatro e é claro, os mais variados esportes!



A prática de atividade física deve sim ser incentivada desde cedo, principalmente nos tempos de hoje, onde o videogame e a internet estão tornando todos mais sedentários...

Porém a prática esportiva para crianças deve ser muito controlada, pois o organismo de uma criança não tem a mesma resposta à atividade física que o de um adulto. Sendo assim, a frequência e intensidade de cada um deles deve ser prescrita por um profissional da área. Além disso, a somação de muitos esportes e/ou a técnica incorreta durante os treinos podem gerar lesões por sobrecarga desde cedo.

Alguns esportes também não devem ser iniciados por crianças muito novas, que ainda não tem capacidade física e até psicológica para realizá-los de forma saudável.

Crianças devem sim brincar, correr, pular, nadar...estimula a criatividade, coordenação motora, memória, e até já foi comprovado que melhora as notas na escola! Mas a pressão psicológica e os treinos em excesso não devem fazer parte do universo infantil!

Se você quer que seu filho pratique alguma atividade física, procure um profissional da área, que sabe qual o melhor exercício para a faixa etária em que ele se encontra!

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Pilates no Jardins

Para quem mora na região do Jardins, temos uma nova opção para sua aula de Pilates:

Localizado em um dos bairros mais nobres de São Paulo, o Studio Core Balance possui salas com ar condicionado, iluminação natural e indireta, decoração aconchegante e modernos equipamentos de Pilates.



As aulas de Pilates têm a duração de 1 hora e são realizadas para o máximo de três pessoas, sendo planejadas de acordo com as necessidades e objetivos de cada aluno.





Além disso, oferecemos também avaliação postural computadorizada, que permite diagnosticar precisamente as alterações da postura. Assim, podemos estabelecer com mais precisão os objetivos do treinamento e proporcionar um método objetivo e eficiente para comparar o postura do aluno antes e depois de iniciar o Pilates, a fim de avaliar sua evolução.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Teste da pisada

Hoje em dia, muitas lojas de calçado oferecem o "teste da pisada" para seus clientes, prometendo desta forma vender o tênis mais adequado para cada tipo de pé.


Para ter certeza de que o teste que você está fazendo em alguma loja tem validade, certifique-se da formação da pessoa que irá aplicá-lo. Este teste deve ser aplicado por fisioterapeutas, ou outro profissional com estudo na área de biomecânica da marcha.


Se este profissional for capacitado, conseguirá avaliar a sua pisada no "olhômetro". Mesmo assim, esta avaliação é muito subjetiva e sujeita a erros, os quais diminuem com a experiência do avaliador.

Um teste mais confiável é o pedígrafo, no qual a pessoa pisa sobre uma plataforma que faz uma espécie de "carimbo do pé".
Este método permite a avaliação estática do seu pé, porém às vezes o padrão de pisada durante a caminhada ou corrida (dinâmicas) é diferente do estático.

Um outro método é a baropodometria, que consiste em avaliar a distribuição de pressão em cada parte do pé, e pode ser realizada em movimento. Este teste pode ser feito descalço, pisando em uma plataforma com sensores de pressão; ou calçado, colocando-se uma palmilha dentro do tênis. 

Em ambos os casos o processamento é computadorizado, portanto muito mais objetivo que os métodos anteriores.

Mesmo assim devemos tomar cuidado, pois mesmo com tanta tecnologia o teste pode não ser adequado para avaliar a pisada. Isto ocorre no caso de uma pista muito pequena (quando não se tem espaço para manter um ritmo constante da passada, e deste modo só se avalia a aceleração e desaceleração do movimento) ou quando o sujeito avaliado é instruído para pisar em determinada parte da pista (onde fica a plataforma), pois assim a passada não é natural, e portanto alterada.


Vimos então que este teste, apesar de cada vez mais presente nas lojas de calçados, deve ser reailzado com uma metodologia correta, e por especialistas na área. Não acredite em qualquer um!

Além disto, saiba que utilizar um sapato para pé normal, plano ou cavo fará com que você tenha um amortecimento maior em determinada parte do pé, e portanto irá remediar dores durante a corrida/caminhada a curto prazo. Porém como já explicado no post sobre fascite plantar, esta medida não irá tratar a causa do problema, e um trabalho de correção da pisada e fortalecimento da musculatura intrínseca do pé deve ser feito para resolver de fato a causa da dor.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Queda na Ginástica Artística

Ontem, dia 26/10/11, a ginasta peruana Sandra Collantes sofreu um acidente durante sua apresentação na etapa All Around (individual geral) da ginástica artística, na qual as ginastas disputam em todos os aparelhos (faz-se a soma das notas em cada um dos 4 aparelhos).

A peruana estava em sua primeira rotação, nas barras paralelas assimétricas, e na hora da saída do aparelho bateu a nuca na barra mais alta.

Veja o vídeo:



A ginasta foi então imobilizada e levada ao hospital Real San José com suspeita de lesão cervical, porém os exames não detectaram lesão grave.

Um acidente parecido ocorreu com a Jaqueline, do vôlei, que também foi levada ao mesmo hospital com fratura cervical e passa bem.















Felizmente as atletas estão bem, e não ocorreu nada mais grave, como uma lesão medular.

Agora nos resta continuar torcendo por nossos atletas nesse Panamericano!!

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Transplante de células tronco na lesão medular


Já falamos aqui sobre a lesão medular e suas consequências, entre elas a paraplegia.
Ontem vimos uma notícia muito animadora a respeito de um transplante de células tronco bem-sucedido e um paraplégico que recuperou os movimentos das pernas. Veja a reportagem:

"Paraplégico dá primeiros passos após transplante pioneiro na Bahia.

Policial militar voltou a movimentar as pernas após nove anos.
Foram usadas células-tronco mesenquimais retiradas do próprio paciente.

Após seis meses do transplante de células-tronco realizado em Salvador, o major da Polícia Militar, Maurício Ribeiro, deu os primeiros passos. Ele caiu de um telhado e passou os últimos nove anos sem nenhum movimento da cintura para baixo.



"Eu dei o passo e me senti estranho, porque nove anos sem caminhar e perceber que eu estava conseguindo fazer isso sobre minhas próprias pernas. Então, foi uma sensação muito boa", emociona-se Maurício.

A cirurgia foi realizada depois de cinco anos de pesquisa. No procedimento, os médicos retiraram do osso do quadril do próprio paciente células-tronco mesenquimais, que têm grande capacidade de se transformar em diversos tipos de tecido, e injetaram diretamente no local onde a coluna foi atingida.

A técnica pioneira no país foi desenvolvida por cientistas da Fundação Osvaldo Cruz, no laboratório do Hospital São Rafael, em Salvador, onde está um dos mais avançados centros de terapia celular da América Latina. Dois meses depois de operado, Maurício já se equilibravasobre as pernas e até pedalava nas sessões de fisioterapia. Os médicos não sabem ainda se ele e os outros 19 pacientes que serão submetidos ao mesmo tratamento vão voltar a andar normalmente, mas já comemoram os resultados.



"É muito gratificante, e não somente isso, saber que isso é apenas uma ponta de iceberg, que com os resultados positivos nós podemos expandir essa técnica para um número maior de pacientes no futuro, além de continuar pesquisando formas de aprimorá-la", pontua Marcus Vinícius Mendonça, neurocirurgião.

Em entrevista, o neurocirurgião Marcus Vinícius Mendonça dá detalhes sobre o tratamento, confira no vídeo ao lado.

A família do policial militar nunca perdeu a esperança. "Quando aconteceu essa cirurgia, eu tive certeza de que Deus estava com a gente e que ele ia conseguir andar", declara Márcia Ribeiro, esposa de Maurício.

"Para quem não tinha nenhuma perspectiva, e hoje eu já tenho uma perspectiva de estar no andador, dando os primeiros passos, já é sinal de que alguma coisa está acontecendo, e daqui para frente acho que só tende a melhorar", espera Maurício."


Vemos que, apesar de ser um estudo ainda em fase teste, temos resultados promissores. Logo não podemos perder a esperança de um dia conseguir a cura da lesão medular e outras deficiências físicas.


Fonteg1.globo.com

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Salto alto

Não há dúvidas que um sapato de salto alto e bico fino deixam uma mulher muito mais elegante...
Entretanto, existem muitas consequências negativas pelo uso deste tipo de calçado:



- A postura alterada devido ao uso do salto alto provoca aumento de aproximadamente 26% da pressão na patela, onde é comum ocorrer osteoartrose nas mulheres.
- O salto alto empurra o centro de gravidade do corpo para frente, causando desalinhamento dos quadris e coluna.
- O salto alto aumenta substancialmente a pressão na parte dianteira do pé. Este aumento é proporcional ao tamanho do salto, podendo ir de 22% em saltos de 2,5cm a 76% num salto com 7,5cm. Este aumento também pode levar à metatarsalgia (dor na região anterior do pé, logo abaixo da cabeça dos dedos).
- O tríceps sural (músculo da panturrilha), assim como o tendão de Aquiles, se ajustam ao ângulo da perna, sendo comum o encurtamento destes em mulheres que usam salto alto constantemente.
- O uso do bico fino pode comprimir os dedos, tendo três principais consequências:
          - compressão dos nervos que passam na região, causando dor (conhecido como neuroma de Morton);
          - desalinhamento do I metatarso (osso logo abaixo do dedão do pé), conhecido popularmente como joanete;
          - dedos em martelo: os dedos são apertados dentro do sapato, sendo obrigadas a dobrar-se. Assim a musculatura destes dedos encurta, e não consegue mais estirar-se nem mesmo descalço.
- As tiras no calcanhar podem irritar a região, ocasionando um crescimento ósseo anormal, conhecido como deformidade de Haglund.
- O salto alto diminui a estabilidade do tornozelo, aumentando o risco de entorses, que podem levar a estiramento ou ruptura de ligamentos.

Por este motivo, escolha bem o seu sapato, e principalmente: cuide bem dos seus pés!!!

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Dia do Fisioterapeuta

Dia 13 de outubro foi o Dia do Fisioterapeuta!

Não há remuneração melhor do que ver a alegria e o agradecimento nos olhos e sorrisos de um paciente reabilitado! 

Para todos nós que amamos a nossa profissão, feliz Dia do Fisioterapeuta!


terça-feira, 11 de outubro de 2011

Dia da Deficiência Física e Dia do Atletismo


Hoje, dia 11 de outubro, é o Dia do Deficiente Físico. Como amanhã é o Dia do Atletismo, vou postar um texto da minha colega, educadora física, Nívia Junqueira que une esses dois temas: Deficiência Física e Atletismo:

"Dia 12 de outubro, é comemorado o dia de Nossa Senhora Aparecida, dia das Crianças e também o dia do Atletismo. Essa modalidade é a mais antiga forma de praticar esporte (776 a. C.), pois envolve os movimentos básicos do ser humano: caminhar, correr, saltar e arremessar. Por isso, podemos afirmar que o atletismo está inserido em praticamente todos os esportes, como futebol, basquete, vôlei, handebol, entre outros.


Apesar dos movimentos de saltos e arremessos fazerem parte dessa modalidade esportiva, a palavra atletismo logo nos faz pensar em corrida. Isso porque ela abrange um maior público, principalmente nos dias atuais, com o boom das corridas de rua. Também nos lembramos de atletas famosos que nos faz vibrar quando novos recordes são batidos, como Usain Bolt.

Porém, poucos associam o atletismo com o esporte paraolímpico. Mas, saiba que mesmo as pessoas com algum tipo de deficiência podem praticar esportes. As provas são realizadas conforme a deficiência dos competidores e seguem regras de adaptação impostas pela Federação Internacional de Atletismo, como uso de próteses, cadeiras de rodas e guias, que não devem oferecer vantagens sobre outros competidores.

Em Atenas, no ano de 2004, o atletismo brasileiro mostrou sua força com 16 medalhas no total, sendo cinco de ouro. Nos Jogos Parapan-Americanos do Rio de Janeiro (2007) o Brasil terminou em primeiro lugar geral, com 25 medalhas de ouro, 27 de prata e 21 de bronze, totalizando 73 medalhas na modalidade.

Em 2008, nossos atletas paraolímpicos se saíram melhor que os atletas olímpicos. Os atletas paraolímpicos conquistaram 16 medalhas de ouro, 14 pratas e 17 de bronze. Enquanto os outros atletas saíram de Pequim com 3 ouros, 4 pratas e 8 bronzes.

No Mundial Paraolímpico de Atletismo desse ano, dos 25 atletas que foram representar nosso país, 17 subiram ao pódio e o Brasil terminou a competição em 3º lugar, além disso, dois terços dos nossos atletas paraolímpicos estão entre os três primeiros do mundo, segundo o presidente do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB), Andrew Parsons.

O Brasil é hoje uma das potências do esporte adaptado no mundo e no campo do atletismo nossos principais atletas são: Lucas Prado, o meio-fundista Odair Santos, Terezinha Guilhermina, Jonathan Santos e Shirlene Coelho. Graças aos excelentes resultados o Governo passou a investir mais no esporte paraolímpico, repassando 1,3 milhão de reais ao CPB e em junho desse ano recebeu mais R$ 6.343.497,00 para aplicar em projetos de natação, hipismo adaptado, atletismo, futebol de 5 e judô para cegos.
 
Muito dificilmente você ligará a TV e verá alguma prova de deficientes físicos. Mas como você pôde ver, elas estão aí e nossos atletas fazem bonito no mundo todo. Parabéns a todos os atletas brasileiros de Atletismo, principalmente os Paraolímpicos pelos excelentes resultados e pela lição de vida deixada a todos nós!"


Fonte: Fabio Medina Assessoria Esportiva

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Protusão discal e Hérnia de disco

Os discos intervertebrais são importantes estruturas da coluna.



Com o envelhecimento, os discos intervertebrais vão perdendo sua hidratação e vão diminuindo de espessura. Isto faz com que o espaço entre as vértebras diminua. Quando somamos isto a movimentos excessivos ou repetitivos de flexão e extensão da coluna, estes discos podem serem comprimidos, e o ânulo fibroso sair de seu limite, causando a protusão discal.



Se esta protusão for ainda maior, com rompimento do ânulo fibroso e extravasamento do núcleo pulposo, temos a hérnia de disco. Uma hérnia pode chegar a comprimir raízes nervosas ou até mesmo a medula espinhal (que passa logo atrás das vértebras), e por este motivo os sintomas podem ir desde um formigamento nos braços ou pernas (dependendo se for na região cervical ou lombar), até causar dor intensa no trajeto do nervo comprimido. É muito comum ocorrer a dor no nervo ciático, o qual tem seu trajeto iniciando na coluna lombar e passa pelo glúteo e região posterior da perna. Também pode ocorrer, em casos mais graves, fraqueza e perda de função.


As hérnias na região lombar e cervical são as mais comuns, pois estas regiões apresentam maior mobilidade. Raramente ocorrem hérnias torácicas, e seus sintomas são mais inespecíficos.

O diagnóstico de uma hérnia pode ser clínico, mas são muito utilizados exames de imagem como ressonância magnética e tomografia.



Como tratamento inicial, deve ser realizado fisioterapia, com objetivo de aumentar espaço articular vertebral, reduzir dor e tensão muscular na região e estabilizar a coluna, por meio da ativação da musculatura profunda de coluna e abdômen. 


Em casos mais graves, onde o extravasamento do disco é muito grande e a compressão medular chega a prejudicar a função dos membros, pode ser realizado tratamento cirúrgico.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Afinal, o que é Pilates?


Hoje em dia, no Brasil e no mundo, só se ouve falar de Pilates! Esta técnica de exercícios físicos que virou febre e existem muitos estúdios de Pilates espalhados por aí... 

Mesmo assim, muita gente ainda não sabe o que é o Pilates! 

O Pilates é uma técnica de treinamento corporal que envolve flexibilidade, força, resistência muscular, concentração, alinhamento postural, controle da respiração e equilíbrio. 

É indicado tanto para pessoas que já tem um bom condicionamento físico, como para aquelas que estão iniciando uma atividade física agora, além de poder ser utilizado como preparação para outros esportes e até mesmo para a reabilitação física. 


O Pilates deve ser praticado na presença de um instrutor habilitado, que tenha formação na técnica do Pilates. Para um melhor aproveitamento, as aulas devem ser individuais ou com no máximo dois alunos, pois assim seu instrutor poderá avaliar melhor suas necessidades, e o modo como você faz os exercícios, evitando compensações musculares e posturas indesejadas. Só assim podemos garantir que você execute os movimentos da maneira correta e prevenir lesões! 

Todos os exercícios do Pilates combinam os movimentos do corpo com o controle da respiração. Assim, são trabalhadas a musculatura profunda do abdômen e das costas, facilitando o equilíbrio e o alinhamento da postura. São feitos exercícios de poucas repetições e com baixo impacto.

Os princípios do Pilates são respiração, concentração, alinhamento postural, controle, fluidez, precisão e centralização da força. Todos eles devem ser lembrados durante a execução dos exercícios, pois são essenciais para garantir que os resultados esperados, e o mais importante, reduzindo os riscos de lesão.

A maioria dos equipamentos do Pilates utilizam molas, que podem tornar um exercício mais fácil ou mais difícil, de acordo com o objetivo estipulado. Outros tem uma conformação que ajuda a moldar sua coluna, garantindo que as curvaturas vertebrais estejam preservadas. Existe ainda o Mat Pilates (Pilates de solo), que não necessita de nenhum aparelho especial, mas mantém a mesma qualidade e princípios do Pilates Studio.

Também podem ser usados outros acessórios, como bola terapêutica, elásticos e rolos, que ajudam a estimular a contração muscular e fazem o movimento ser mais harmonioso e controlado. 

Saiba aproveitar os benefícios do Pilates! Venha praticar você também!

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Para sempre Alice

Se você está procurando um bom livro para ler, e ainda por cima se interessa por temas como doenças degenerativas, neurológicas e psicologia, aí vai uma dica de livro: "Para sempre Alice", de Lisa Genova.

Aos 50 anos, Alice começa a esquecer. No início, coisas sem importância, como o lugar em que deixou o celular, até que, um dia, ela se perde a caminho de casa. O diagnóstico inesperado de sua doença altera para sempre sua vida e sua maneira de se relacionar com a própria família e o mundo. E, quando não há mais certezas possíveis, só o amor sabe o que é verdade. De alguma forma e apesar de tudo, Alice é para sempre.

O livro é apaixonante, da primeira à última página. Não é só um livro sobre a Doença de Alzheimer, mas sim uma reflexão sobre como construímos nossas experiências de vida; sobre o nosso papel na sociedade, na família e no meio em que vivemos; sobre a conexão que temos com todos que amamos.

Para Sempre Alice é uma lição de vida!


Outra dica de livro:

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Studio de Pilates

Hoje inicio uma nova parceria:

Aulas de Pilates Studio no C.R.O.F. - Centro de Reabilitação em Osteopatia e Fisioterapia.


O método Pilates é uma técnica de consciência e movimentos corporais baseados em conceitos de controle respiratório e muscular, equilíbrio e funcionalidade.


Qualquer um pode fazer: jovens, adultos, idosos, esportistas ou sedentários.
 
A musculatura de coluna e abdome, conhecida no Pilates como power house, é essencial para a estabilidade do tronco, otimizando o desempenho dos membros inferiores e superiores nas suas diferentes funções, e por este motivo é trabalhada em todos os exercícios do Pilates.

A técnica utiliza alongamento, fortalecimento, respiração, equilíbrio, concentração e alinhamento da postura, visando manter a estabilidade corporal durante a execução dos movimentos. Pode ser realizada no solo (Mat Pilates), com auxílio de equipamentos como bolas e elásticos; ou com aparelhos específicos (Pilates Studio), que utilizam molas para aumentar ou diminuir a dificuldade dos exercícios.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Você não pode controlar sua postura

Hoje disponibilizo aqui um texto retirado e traduzido livremente por mim do site “The Art of Fitness”, escrito por um personal trainer e massoterapeuta: 

“O corpo humano é inspirador. É capaz de se mover com velocidade, força, agilidade, resistência e graça – numa surpreendente variedade de amplitudes de movimentos. É capaz também de se adaptar às demandas que lhe são colocadas. Infelizmente, a maioria de nós já não se move da maneira que nosso corpo foi projetado para se mover. Nós não somos treinados para isto. Os graus de treinamento que já formaram o Corpo Humana já não existem mais. O que nós temos como alternativa são carros, sofás, computadores e cadeiras ergonômicas. Esses são nossos novos “graus de treinamento” e nosso corpo se adaptou bem a eles. Para muitos, se adaptou muito bem. 

Neste treino nós sentamos por longas horas cada dia. Nós não utilizamos movimentos que demandem do nosso sistema postural como deveriam demandar. Ao longo do tempo, estes músculos ficam fracos, Eles atrofiam. Eles adormecem e param de funcionar. Eles não providenciam mais a estabilização necessária que é tão importante para o movimento. Com o tempo, nosso corpo se adapta a esse novo ambiente e desenvolve maus hábitos. O melhor exemplo é o recrutamento de músculos de movimento para prover estabilidade. Vejamos a analogia de dirigir o seu carro com o freio e o acelerador pressionados ao mesmo tempo. Quão bem seu carro irá se mover? Não tão bem. Dirigir desta forma é extremamente prejudicial ao carro. O mesmo é verdade para o seu corpo. A dor que você sente no corpo é a luz indicando “pare de dirigir e visite um mecânico”. O mecânico nesse caso seria um mecânico do corpo, como um massagista, um preparador físico ou um fisioterapeuta. Eu recomendo alguém que tenha conhecimentos avançados e experiência com o sistema miofascial e como ele se relaciona com a dor. 

Antes que você se sente numa postura ereta ou intencionalmente mantenha seu corpo “numa postura correta”, você precisa reensinar seu corpo a se estabilizar, mas como isso é feito? Você já deve ter ouvido a frase “sente-se ereto e empurre seus ombros para trás”. Para a maioria de nós, esta é a deixa para uma boa postura. Há algo inerentemente errado com este método, que é o falso conceito de que nós temos controle consciente da nossa postura, mas na verdade nós não temos. 

Controle postural

Você não tem controle consciente de seus músculos posturais. Os músculos posturais são controlados por uma parte de seu sistema subconsciente. Se você tivesse controle consciente sobre sua postura, seria impossível fazer qualquer outra coisa. Por exemplo, enquanto você lê este texto, você provavelmente não está pensando conscientemente sobre manter sua cabeça acima do peito, ou sobre manter seu corpo sem cair no chão. 

A razão para isto é que você não precisa fazer isto. Seu sistema nervoso faz o trabalho de manter sua postura naturalmente – sem que você sequer pense nela. 

Independentemente desta habilidade natural, nós fomos ensinados a pensar ou ficarmos atentos à nossa postura. Nos disseram para erguer a cabeça, manter nossos ombros para trás e para baixo, e nosso abdômen para dentro. Mas visto que nós não temos controle consciente de nossos músculos posturais, o ato de conscientemente recrutarmos músculos para manter nossa postura ativa a musculatura de movimento, sobre a qual temos controle voluntário. Ao longo do tempo, esses músculos de movimento ficam neurologicamente treinados para funcionar como estabilizadores posturais. E eles não são projetados para isso. Como nossos músculos de movimento são reprogramados para estabilizar a postura, eles se tornam menos eficientes para produzir os movimentos. Enquanto isso tudo ocorre, os nossos músculos posturais permanecem inativados. O resultado disto é perda significativa da amplitude de movimento, o que leva a disfunção, dor e lesão... 

Comparado com 5 ou 10 anos atrás, quão bem você consegue abrir totalmente seus braços e peito, alcançar as mãos atrás das costas como para coçar as escápulas com as duas mãos, ou curvar-se sobre a cintura para alcançar os dedos dos pés? 

Alterações na habilidade de realizar movimentos é outro indicador que sua luz está sinalizando...Visite o mecânico.


Veja também: 

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Mitos e verdades sobre a massagem modeladora

O verão está chegando, e com ele a busca por tratamentos estéticos para emagrecer e queimar as gordurinhas localizadas também!

Nos últimos anos, houve um "boom" dos tratamentos estéticos, sendo que hoje eles são aplicados por diversos profissionais, de centros de fisioterapia a academias e até salões de beleza.

Em primeiro lugar, este tipo de tratamento deve ser realizado por profissionais especializados, que entendam a anatomia e fisiologia do corpo (conheçam as estruturas e o funcionamento delas), para que o tratamento seja eficaz e seguro.

Muitos profissionais mal qualificados aplicam estas técnicas sem muito conhecimento, e com isso geram dúvidas nos seus clientes. Por este motivo, trago aqui alguns mitos e verdades sobre a massagem modeladora.

A massagem modeladora e a drenagem linfática são a mesma coisa? Tem o mesmo objetivo?

Não. A drenagem linfática é uma técnica de massagem manual que estimula o retorno da linfa para o sistema linfático, diminuindo a retenção de líquidos e eliminando resíduos e toxinas. Sendo assim, ela não atua diretamente na redução da gordura corporal nem da celulite (que nada mais é do que um excesso de gordura forçando uma pele retraída), apesar de ter um efeito indireto sobre as mesmas, já que aproxima o tecido gorduroso dos vasos sanguíneos, e facilita sua captação pelos mesmos no momento da atividade física. Como ela melhora a circulação, também pode atuar indiretamente na prevenção da flacidez. Já a massagem modeladora é executada com movimentos firmes, rápidos e repetitivos sobre a pele, com objetivo de quebrar a gordura localizada, que é posteriormente eliminada pela corrente sanguínea, principalmente se for realizado exercício físico. É geralmente focada nas regiões onde há maior acúmulo de gordura, que nas mulheres são barriga, coxas, culote, glúteos, e às vezes braços. Desta forma, a massagem modeladora traz diminuição de medidas, da celulite, favorecimento da lipólise (quebra da gordura) e modelagem do corpo, além de prevenir flacidez, melhorando a elasticidade da pele.

A massagem modeladora dói?

Sim. A massagem modeladora é realizada com movimentos rigorosos de prensão, deslizamento e amassamento da pele, numa intensidade que atinja as camadas lipídicas (de gordura), a fim de quebrar as placas gordurosas. Por isso, muitas pessoas sentem dor ao realizar esta técnica, porém a intensidade da dor depende não só da quantidade de gordura que a pessoa tem, mas também da tolerância a dor, que é muito variável de indivíduo para indivíduo. Entretanto, esta dor não pode causar um desconforto excessivo para o paciente, sendo este um limite para a intensidade das manobras. O ideal é aumentar a intensidade de forma gradual, para que o organismo se adapte a mesma.

É normal ter hematomas após a realização?

Não. O hematoma é sinal de rompimento de vasos sanguíneos, e o extravasamento do sangue para os tecidos pode causar uma resposta inflamatória na região e dor, o que não é desejável. Quando ocorre o hematoma é sinal de que o limite ideal de intensidade da massagem foi ultrapassado, ou seja, uma massagem que causa hematomas não indica uma massagem modeladora mais eficiente, pois não é necessário ultrapassar a camada de gordura da pele, já que somente ela deve ser trabalhada. Pode acontecer, em pessoas com tendência a hematomas (aquelas que tem vasos muito sensíveis, que ficam roxas com qualquer batidinha), de o hematoma aparecer, porém isso é um fato esporádico, que deve ser avaliado. Se você sempre sai da massagem modeladora com mitos hematomas, desconfie! Se o hematoma já ocorreu, utilize gelo (sempre enrolado em uma toalha ou num saco plástico), a cada duas horas, por 15 a 20 minutos.

Utilizar somente cremes que prometem reduzir medidas tem resultado?

Não. Alguns cremes dizem apresentar princípios ativos que por si só reduziriam as medidas. Isto não ocorre. Alguns cremes tem formulações que aumentam a circulação sanguínea e com isso, temos a melhora do aspecto da pele, porém a redução de medidas não ocorrerá sem as técnicas corretas de massagem modeladora, e é claro, muito exercício físico.

A massagem modeladora com aparelhos é melhor que a manual?



Não. Os diferentes aparelhos utilizados para a massagem modeladora podem facilitar uma intensidade maior da massagem, porém nem sempre uma massagem tão intensa é necessária. Além disso, a realização manual da massagem permite que o terapeuta avalie cada região do corpo, verificando os locais de maior acúmulo de gordura, direcionando o tratamento, tornando-o mais eficaz e objetivo.

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Tipos de pé

Como já foi citado no post sobre fascite plantar, é essencial conhecer nosso tipo de pé e de pisada para prevenção e tratamento adequados para as dores nos pés.

Como o pé é a base de sustentação do corpo, seu desalinhamento pode causar alterações em todas as articulações, como joelhos, quadril e coluna.

Também devemos manter a musculatura dos pés fortalecida e com flexibilidade adequada, evitando cãimbras, fascite plantar, entorses de tornozelo, esporão de calcâneo, entre outras afecções nos pés e pernas.

Além disso, atenção à escolha dos sapatos é muito importante, pois eles podem favorecer ou dificultar um andar correto.

Este foi o tema de hoje do programa Bem-Estar, da Rede Globo, que contou com a participação da doutora em Biomecânica Isabel C.N. Sacco, professora do curso de Fisioterapia da USP (foi minha profesora!), e que foi minha orientadora de monografia e iniciação científica durante a faculdade.




Para ver mais sobre o assunto, acesse a página do Bem Estar:

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Fascite plantar

Uma das principais causas de dor em corredores é a fascite plantar, que caracteriza-se por dor na região medial da planta do pé e no calcâneo. Esta dor é pior no início do dia (devido ao encurtamento da fáscia durante a noite), ou após longos períodos de caminhada ou corrida. A fascite, apesar de comum em corredores, pode se manifestar em qualquer um, sendo mais comum em mulheres a partir dos 40 anos. 


Ocorre um processo inflamatório na fáscia plantar (tecido conectivo espesso que ajuda a formar o arco longitudinal medial do pé), devido à sobrecarga contínua sobre ela, deixando-a tensionada. Esta sobrecarga é multifatorial, e pode estar relacionada a aumento de peso, uso de salto alto, fraqueza da musculatura intrínseca do pé, e pés planos, cavos e/ou pronados. 

Para que o pé receba e absorva bem o impacto durante a caminhada ou corrida, a musculatura do pé deve estar ativada e ser capaz de manter o arco longitudinal medial do pé. Pessoas que tem este arco “desabado” ou que pisam diretamente com a parte de dentro do pé (pisada pronada) têm dificuldade em distribuir e absorver o impacto, e a fáscia é estirada. 

Atualmente muitas lojas de calçados esportivos realizam uma avaliação do tipo de pisada, e então oferecem o tênis mais adequado ao seu pé. Já vi muitas destas avaliações, e posso dizer que a maioria é inadequada (aguarde post sobre esste assunto). Mesmo considerando que a avaliação seja correta, utilizar um tênis com maior amortecimento em determinada área do pé, com uma palmilha que aumente o arco em determinada região pode sim diminuir a dor durante a corrida, e seu uso é recomendado para um atleta que queira uma analgesia imediata para disputar uma maratona, por exemplo. 

Entretanto, esta medida é unicamente paliativa, não tratando efetivamente a causa do problema. Um tratamento ideal de fascite deve incluir análise adequada da marcha e corrida e correção do padrão da pisada, fortalecimento da musculatura intrínseca do pé, além da liberação miofascial da fáscia plantar; pois somente assim o corredor terá uma boa absorção do impacto, e poderá correr sem dor independente do calçado que use. 


Existe também o tratamento cirúrgico, no qual são realizados pequenos cortes na fáscia plantar (fasciotomia), diminindo a tensão na mesma; porém este tratamento deve ser utilizado em última instância, já que o tratamento fisioterapêutico costuma ter ótimos resultados.